Zippo / Cultura Motociclista

Zippo / Cultura Motociclista

Zippo

(Texto by Lino)

Leitores da ANI, esta semana vamos publicar um bate-papo que tivemos com um de nossos colegas da terra do Tio San:

Em um dos meus últimos roles de motoca pelos botecos dos USA, quando desci da motoca, uma das primeiras coisas que reparei foi uma linda garota tentando ascender um cigarro do lado de fora do bar.... Rapidamente me propus a ser um gentleman  e tentei ascender o cigarro dela... todavia a porcaria do meu isqueiro "tipo" Zippo não funcionava! rsrsrs

A dama (uma Loira, 1,79m de altura, 55kg, 86cm de busto, 59cm de cintura e quadril com 87cm ) me disse: -  é bacana você tentar ser um Gentleman... mas este isqueiro chinês seu não vai te ajudar a pegar ninguém kkkkkk

Com o orgulho ferido... e sem pegar ninguém (nem ao menos o cel ela quis me passar), fiquei com uma pulga atrás da orelha...

Será que o isqueiro Xing Jo Ling era o problema, ou será que era o fluido?

Bom amigos... Mão de vaca que sou... resolvi tentar achar a resposta na Net...
Mas não achei nada que pudesse me ajudar a resolver a questão e assim tentar apaziguar meu orgulho ferido. Resolvi finalmente comprar um Zippo e fiz o teste entre o Zippo e o isqueiro Tipo Zippo....

Foi aí que tive uma surpresa.... Pois temos duas vertentes!
1- O problema não é a marca do isqueiro mas sim a qualidade deste! O da Zippo é um dos melhores... mas o segredo está na qualidade do metal da caixa do isqueiro... isqueiros muito baratos tendem a ter pequenas deformações e ou a amassarem a caixa externa do mesmo... assim eles não seguram a evaporação do fluido!
2- O tipo de fluido é primordial para a durabilidade da capacidade de fazer fogos dos isqueiros... Sim Fluidos Xing Ling evaporam muito mais fácil do que os da Zippo.
Ou seja... o Fluido é mandatário e a qualidade do isqueiro também. Há alguns tipo Zippo que até funcionam bem... mas é preciso ter cuidado com o fluido com o qual abastecemos este.

Esta historia me atiçou uma curiosidade, afinal de contas... Qual a história do isqueiro Zippo?

Pois bem...

O Zippo é um isqueiro metálico recarregável produzido pela Zippo Manufacturing Company. São isqueiros colecionáveis e foram fabricadas centenas de modelos durante os 80 anos ede existencia da marca.

Os isqueiros Zippo são normalmente retangulares e têm uma tampa dotada de uma dobradiça que o faz abrir e fechar com uma pequena boca de maçarico dentro onde acende-se a chama. Ao contrário dos isqueiros de plástico, que são descartáveis, os isqueiros Zippo são recarregados com fluido líquido para isqueiros (hidrocarboneto isoparafínico sintético). Removendo o componente interno da capa metálica, deve-se encharcar, com fluido para isqueiros, o miolo sintético que segura um pavio. Tanto o pavio, quanto a pedra que produz a faísca, podem ser substituídas.

O Zippo ficou famoso por ser "à prova de vento", sendo capaz de permanecer acesos mesmo com condições climáticas adversas. Eles se tornaram famosos entre os militares norte-americanos, especialmente durante a Segunda Guerra Mundial — quando todos os Zippos produzidos eram destinados às forças armadas Aliadas - e durante a Guerra do Vietnã. Além disso, os Zippos são conhecidos pela garantia ilimitada que oferecem: se um isqueiro Zippo quebrar, não interessa o quão velho ele é, ou quantos donos já teve, a companhia irá substituí-lo ou repará-lo gratuitamente. A única parte do Zippo que não é coberta pela garantia é o acabamento na parte externa da capa metálica.

A maneira como o Zippo é construído torna muito difícil apagar sua chama tentando soprá-la. O jeito correto de fazê-lo é fechando sua tampa. Fechar a tampa de um Zippo rapidamente produz um clique alto, pelo qual o Zippo é conhecido. Um Zippo pode custar de US$13 a mais de US$3000, dependendo da raridade e da matéria-prima.

Algumas Particularidades....

  • Existem diversos tipos diferentes de Zippo, mas o mais famoso é o prateado. O mais caro deles, de 1933, foi vendido num leilão por 37 mil dólares.
  • Quase todo filme de ação tem uma cena com alguém acendendo um cigarro com esse tipo de isqueiro. Pior é quando o cara quer começar um incêndio,... ele espalha a gasolina e depois joga o Zippo lá, como se o isqueiro fosse baratinho. Rsrsrss
  • O Zippo recebeu seu nome como uma derivação da palavra zipper. O inventor do Zippo, George G. Blaisdell, gostava do som da palavra zipper, (nada criativo rsrsrs)
  • A Zippo começou a gravar iniciais e fixar insígnias de metal em isqueiros em 1935.
  • A primeira patente para o isqueiro Zippo à prova de vento foi obtida no dia 3 de março de 1936 (Patente número 2032695).
  • O design básico do isqueiro Zippo tem permanecido inalterado por mais de 70 anos.
  • Desde 1932, a Zippo produziu mais de 400 milhões de isqueiros à prova de vento. A Zippo celebrou a produção do isqueiro número 400.000.000 no dia 3 de setembro de 2003.
  • A Zippo produz cerca de 12 milhões de isqueiros por ano.
  • No fim da década de 50, um isqueiro Zippo foi encontrado na barriga de um peixe. O isqueiro acendeu na primeira tentativa. ( Mas eu tenho uma questão, qual a marca do fluido?) Rsrsrsss
  • Existem 15 clubes de colecionadores de Zippo ao redor do mundo: 5 nos EUA, 2 na Inglaterra e um na Áustria, Canadá, Dinamarca, Itália, Japão, África do Sul, Suíça e Holanda. (fonte: https://www.zippo.com.br/)

De 1943 até o final da Segunda Guerra Mundial, toda a produção da Zippo era mandada para os soldados em combate ao redor do mundo. Uma vez que cromo e bronze estavam em falta, os isqueiros à prova de vento Zippo eram fabricados com metal poroso e cobertos com tinta preta que era cozida para obter um acabamento rugoso. O mecanismo interno era feito de zinco.

Muitos soldados personalizavam seus isqueiros Zippo, riscando seus nomes, lugares, imagens e mensagens de todos os tipos para sinalizar seus sonhos, esperanças, medos e saudades. Esse tipo de alteração é considerada "Arte de Trincheira", um termo da Primeira Guerra Mundial que refere-se especificamente a itens criados com as sobras de guerra nos campos de batalha.

Arte de trincheira é extremamente valiosa e historicamente importante nos USA. Muitos colecionadores, entretanto, estenderam o conceito de "Arte de Trincheira" incluindo também as mudanças e inscrições incorporadas aos itens dos soldados. (Tem um video publicitário bem bacana da Zippo fazendo referencia a um conto de guerra, veja aqui: https://vimeo.com/21655836)

(Texto by Lino, Fotos by Kris_69)



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!