KTM DUKE

A KTM começou a vender no Brasil a Duke-390 agora em setembro de 2015, uma das motos mais aguardadas de sua linha, junto com a Duke-200.


 A 390 custando R$ 21.990, com freios ABS de série, chega para ser um meio-termo entre uma Kawasaki Z300 e a CB 500F.  A Duke200 custa R$15.990 e não tem ABS de serie não.

A 390 Duke pode brigar nestas duas faixas (300cc a 500cc) do segmento naked tanto pelo preço quanto pelas cilindradas intermediárias.

A motoca tem um comportamento mais esportivo que a média, característica principal da fabricante austríaca.

A  KTM não é muito conhecida dos motociclistas brasileiros fora do meio off road, mas a marca é o nome do maior fabricante de motos da Europa.

Após anos sem presença no Brasil a marca das motos laranjas tem uma parceria comercial com a Dafra, também responsável pela montagem das motos em Manaus. Esta parceria proporciona uma melhor distribuição de peças de manutenção no mercado, o que era uma falha anterior da marca em terras brasileiras.

 

 

Apesar da briga com CB e Z300, a 390 Duke possui motor de 1 cilindro, enquanto os das rivais utilizam 2 cilindros. Isso traz um comportamento diferenciado para a KTM e a possibilidade de fazer um conjunto mais compacto. De acordo com a KTM um dos trunfos da moto será a sua relação peso/potência. Tudo isto agregado deixa a motoca mais agressiva.

Nós da ANI fizemos alguns testes com a DUKE 390 e com a Duke 200, rodamos cerca de 1000KMs,  a motoca é bem arisca, boa de curva e possui uma posição de pilotagem que permite ao piloto transitar o posicionamento em cima dela sem prejudicar a ergonomia de pilotagem.



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!