Jaquetas de Couro

By CrisReis -26-09-14

Olá leitor do Admirável Nova Insanidade hoje nós vamos bater um papo sobre um aspecto curioso da cultura e comportamento motociclista.
Todo motociclista que se preze tem uma jaqueta de couro e não é por "baitolagem"ou seguir modinha não! rsrsrs, as razões que tornam esta peça um item do vestiário de todo "motoka" estão ligadas a própria historia da peça que se mistura com a cultura e o nascimento dos Moto Clubes.


Diz a lenda, que durante o período da segunda guerra mundial, os Estados Unidos precisavam de uma vestimenta que pudesse proteger seus soldados, principalmente os aviadores das baixas temperaturas enfrentadas nas alturas. Foi pensando nisso que o exercito americano aderiu este material como parte de alguns uniformes. Assim todos os soldados e aviadores passaram a usar este utensílio. Com o passar dos anos, quem aderiu a idéia foram os famosos, com sobretudos de couro, blusas, e até mesmo vestidos.


Mas para o motociclismo a primeira jaqueta de couro foi a Perfecto criada em 1928, por Schott Bros, com o propósito de garantir proteção aos motociclistas no caso de acidentes. A peça foi, inclusive, distribuída  através do fabricante das motos Harley Davidson. Em 1925, a Schott Bros introduziu blusões com zíper no lugar de botões e, em 1930, sua empresa passou a vender suas jaquetas de couro para os pilotos da Força Aérea Americana.



O período pós-guerra trouxe mudanças no comportamento  principalmente dos soldados americanos que retornavam ao país. Estes rapazes não queriam mais usar a "merd*" de um terno e gravata e ou manter um corte de cabelo comportado. Eles não mais se encaixavam no modelo de vida americano . Estavam escrevendo uma nova cultura um novo modo de se expressar.


A adrenalina ainda corria em suas veias e era muito difícil para estes rapazes, a maioria pertencente a classe trabalhadora, aceitar a conformidade das coisas. “Era quase que impossível para eles carregar sacolas de supermercado, para quem carregou metralhadoras ″. Os jovens, ex-soldados, trouxeram novas identidades, novas vivências que produziram anseios expressos num novo comportamento, que incluía também as vestimentas.

A partir do início dos anos 50, a indústria da moda não seria mais ditada pela alta costura, e sim pelas ruas da cidade, pelos becos, pela resposta visual deste novo comportamento.


 As jaquetas de couro usadas na guerra, e inicialmente vistas como uniforme heroico, passaram a representar os “bad-boys” das décadas de 50 e 60. Assim como a cultura de moto-clube nasce no pós-guerra junto os jovens bikers começam a criar sua cultura onde  aspiravam ser eles mesmos, sem se preocupar em seguir convenções sociais e sem desejar ser aceito por ninguém, (Alias foda-s* a opinião dos outros kkkkk), Hollywood que não é besta, nem nunca foi, é uma indústria, e consegue enxergar este novo publico e os atores e músicos da indústria começam a incorporar e a mostrar e viver esta nova cultura, vestida de jaquetas de couro.



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!